CONSEQUÊNCIAS DO AUMENTO DE PREÇO DOS CEREAIS

Os países asiáticos, particularmente a China, ao produzirem toda aquele imensidão de produtos que enchem as conhecidas “ lojas dos trezentos”, espalhadas pelo mundo inteiro, levou a que milhões de agricultores abandonassem o cultivo da terra e fossem para a indústria, na procura de melhor vida. Porém, esta saída massiva de pessoas do sector primário para a indústria levou a que, designadamente, as produções mundiais de arroz, milho e trigo tivessem decrescido, o que ocasionou uma diminuição substancial dos stoks mundiais daqueles produtos, pelo que, sendo a procura superior à oferta, é uma inevitabilidade o seu aumento.
Os organismos internacionais estão já muito preocupados com a situação e alertam para a necessidade urgente de se tomarem medidas, a nível internacional e nacional, de modo que possa ser evitado o flagelo da fome nos países mais pobres do planeta, muitos deles situados no Continente Africano.
No caso específico da Guiné-Bissau, que conhecemos bem, vemos com preocupação este aumento substancial do preço do arroz, produto que é a base da alimentação do seu povo, temendo mesmo que muita, mas mesmo muita gente, não consiga sequer os meios para ter uma refeição diária, o que é trágico, especialmente para as crianças.
Face a esta realidade que, à primeira vista, parece transcender-nos, a pergunta é inevitável. Que podemos nós fazer face a um problema de âmbito mundial?!…
Eu entendo que existem, pelo menos, três aspectos em que cada um de nós pode fazer alguma coisa, e que são os seguintes:

  1. Evitar gastar dinheiro na compra de bens e produtos perfeitamente dispensáveis;
  2. Prestar renovada atenção aos casos de pobreza, que podem estar mesmo ao nosso lado, partilhando alguma coisa nossa, por exemplo com as campanhas do Banco Alimentar contra a Fome, ou com as campanhas de solidariedade com a Guiné e outros países africanos, etc…
  3. Ir pensando no uso que damos aos terrenos que herdamos de nossos pais, uma boa parte deles certamente abandonados desde a data em que os recebemos, porque é sempre bom não nos esquecermos de que a terra é de todos e não apenas nossa, pelo que o seu uso deve ter em conta a perspectiva universalista dos bens.

Como cristãos que somos não podemos, de forma nenhuma, passar ao lado desta questão, desculpando-nos com a nossa incapacidade e pequenez para fazer alguma coisa, e como militantes da Acção Católica Rural é bom não nos esquecermos de que a área do Social foi assumida pelo Movimento como preocupação do ano.

Jacinto Filipe

Anúncios

2 Responses to CONSEQUÊNCIAS DO AUMENTO DE PREÇO DOS CEREAIS

  1. Um outro assunto que me prestou atenção sobre um comentàrio que ouvi ….
    pelo o caminho que levamos sobre a industria da produçao para ter cada vez mais , e cada vez …então é toda a nossa alimentçao nao é nada saùdavél ao consumo …entao conselham comprar Bio produtos cultivados ao natural….mas quem pode comprar esses produtos os que tem poder de compra …as lojas Bio aumenta em crescimento mas os produtos ficam caros à compra….mais uma vez o que nao podem comprar sao projudicados , sofrem porque nao podem nao ganham suficiente para comprarem bons produtos …e ainda estao sujeitos a ficarem doentes ao comerem . boa coragem a vos todos . Lucilia

  2. Pois as iniciataivas e medidas têm de ser feitas , mas nao so a Asia que està em causa , mas também ao aplicarem os cerais para consumo do funcionamento dos véhiculos…como no Brasil jà funciona à mais de 10 anos e està a correr bem ..os paises na Europa estao a plicar , isso ao meu vêr vai em crescida, como se pode cultivar para dar de comer a humanidade e aos vehiculos que andam na estrada…enfim da pra reflectir e trabalhar em conjunto , para encontrar soluçoes…
    Lucilia

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: