Revista de Imprensa

jornaisOs ataques terroristas em Bombaim, a decisão de extradição de Vale e Azevedo para Portugal e a revelação de que os médicos poderão ser forçados a ficar mais anos nos hospitais são temas hoje em destaque nos jornais.

O Diário de Notícias destaca na primeira página “Barbárie em Bombaim”, referindo-se a uma série de ataques a hotéis, uma estação de caminhos-de-ferro e restaurantes levados a cabo por extremistas islamistas.

De acordo com um último balanço das autoridades indianas, os ataques causaram pelo menos 130 mortos.

O diário revela também na primeira página “Comércio espera pior Natal desde 1989” devido à crise.

O jornal escreve que a confiança dos comerciantes já não estava tão baixa há décadas, de acordo com dados recolhidos pelo Instituto Nacional de Estatística.

O jornal Público faz hoje manchete com o título “O 11 de Setembro indiano”, referindo-se aos ataques terroristas em Bombaim que já fizeram pelo menos 130 mortos.

O matutino puxa ainda para a capa “Travagem da economia provoca quebra de 480 milhões nas receitas fiscais em 2009” e “Marinho Pinto afasta hipóteses de demissão”.

“Extradição de Vale [e Azevedo] nas mãos dos lordes” é a manchete do Correio da Manhã, referindo que o Tribunal de Westminster ordenou quinta-feira a extradição de João Vale e Azevedo para Portugal.

Contudo, o processo vai continuar porque o ex-presidente do Benfica vai recorrer da decisão.

O CM puxa ainda para a capa “Inferno grego”, referindo-se à derrota do Benfica com os gregos do Olympiacos por 5-1, em jogo da terceira jornada do Grupo B da Taça UEFA de futebol.

“BPP deu 300 milhões a accionistas” e “Caixa [Geral de Depósitos] levou quadros do BPN” são outras chamadas de capa do CM.

O Jornal de Notícias revela na capa “Médicos forçados a ficar mais anos nos hospitais”, escrevendo que os especialistas são obrigados a prestar serviço por período igual ao da formação.

“Irredutíveis” é outro título de destaque do JN, referindo-se às manifestações de professores dos últimos dias para pedir a suspensão da avaliação de desempenho.

A ministra da Educação e os sindicatos reúnem-se hoje em Lisboa, mas, segundo o jornal, a ronda negocial deverá terminar sem acordo.

O 24horas titula “Ex-patrão do BPN foi o único banqueiro a financiar o PS”, salientando que a campanha de José Sócrates recebeu 2.500 euros de Oliveira e Costa.

O PSD não declarou as pessoas que pagaram a sua campanha, mas jura que não recebeu donativos do suspeito de fraude, adianta ainda o diário.

“Vale e Azevedo adia outra vez extradição de Londres” e “Presos da ‘Noite Branca’ à beira da liberdade” são outras chamadas de capa do 24horas.

O Diário Económico avança na capa “João Rendeiro está disponível para sair do BPP” se isso facilitar uma solução para salvar o Banco Privado Português.

O económico refere que há seis bancos disponíveis para salvar o BPP.

Na primeira página, o DE refere ainda que “Berardo perde 700 milhões com descida da bolsa” e “Plano de Bruxelas a crise dá mil milhões a Portugal”.

“Banco Privado salvo por grupo de seis bancos” adianta o Jornal de Negócios em manchete, contando ainda que o Estado garante os créditos com penhora ao BPP.

O JdN revela ainda que o “Crédito à habitação vai descer quase mil euros em 2009”.

Por fim, o Semanário chama à primeira página “‘Choque fiscal’ de Sócrates”, referindo ainda que o Parlamento aprova hoje o Orçamento do Estado para 2009.

O jornal avança ainda que “Manuela Ferreira Leite pode abandonar liderança do Conselho Nacional de meados de Janeiro de 2009”.

A goleada sofrida pelo Benfica frente ao Olympiakos, 5-1, num encontro da Taça UEFA em futebol preenche hoje as primeiras páginas dos jornais desportivos.

Com uma fotografia, o avançado hondurenho David Suazo de joelhos, A Bola diz na sua manchete que “Uma desgraça nunca vem só!” enquanto o Record refere no seu título de hoje “É sempre a aviar”.

“Depois da selecção e do Sporting, Benfica arrasado em Atenas”, refere A Bola, enquanto o Record diz que “Depois dos leões anjinhos foram os passarinhos da Luz a levar 5”.

O Record relembra ainda que “Só um milagre matemático salvará encarnados da eliminação da UEFA” após a “Terceira maior derrota da história na Europa”.

Por seu lado, O Jogo diz que os “encarnados” foram “Humilhados”, lembrando que “Goleadas maiores só em Vigo e Dortmund”, sublinhando, tal como A Bola e o Record, que “Quique Flores (treinador) e Rui Costa (director desportivo) pedem desculpa aos adeptos”.

Lisboa, 28 Nov (Lusa)

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: