FESTA DO ABRAÇO PORTUGAL/GUINÉ-BISSAU – Festa da Casa do Oeste

Vinte de Maio trouxe-nos uma manhã de chuva para receber os convidados da Festa da Casa do Oeste. Não fora ela a Festa da Bênção dos Campos! Foi a chuva benfazeja!

Este ano teve muito mais gente, porque teve a particularidade de celebrar “Duas Décadas” de Solidariedade com a Guiné-Bissau em ações humanitárias. O programa começou com o descerramento dum painel, símbolo do abraço entre Portugal e a Guiné, onde figuraram em imagens e no mapa do mundo, os dois países e as duas Casas – sede – a de Ribamar e de Ondame, bem como os 10 projetos apoiados.

Seguiu-se um Colóquio de apresentação do livro “Solidariedade com a Guiné – Duas Décadas”, com um Power-point baseado no livro e ainda a proclamação de alguns testemunhos.

Na abertura da sessão, o presidente da Fundação João XXIII/Casa do Oeste, Pe. Joaquim Batalha, lançou um desafio aos participantes presentes, vindos do norte, que, depois da Delegação da Fundação criada na Guiné se criasse uma Delegação do Norte.

Ponto alto desta jornada, além do almoço de cerca de 500 convivas, foi a Celebração da Eucaristia com a Bênção dos Campos, e o batismo da menina Raissa, guineense, que, em perigo de morte, foi salva por um dos Grupos solidários e adotada por um casal da Sapataria, Sobral Monte Agraço, o que gerou alguma emoção.

Na homilia, o Pe. Batalha sublinhou que, hoje, Jesus continua a propor-nos: “ Ide por todo o mundo… Parti a anunciar e a ensinar tudo quanto aprendeste de Mim. Quem acreditar e for batizado será salvo. Eu acompanho-vos. Assim como Eu fiz, fazei-o vós também. Brilhe a vossa luz diante dos homens!… (Mt. 5,16).

Vós todos os batizados, militantes da Acção Católica, associados da Fundação João XXIII e de outros grupos ou Movimentos… vós todos os cristãos: brilhe a vossa luz diante dos homens. Aqui, na Guiné e em qualquer parte onde estiverdes. Não é isto a nossa solidariedade com a Guiné? Quantos milagres nos acompanham: os projetos que se desenvolvem, as vidas que se salvam… Brilhe a vossa luz diante dos homens!”.

Um contributo significativo para a profundidade desta celebração foi o Coro de Nª Senhora da Nazaré, de Santo Isidoro, regido pelo maestro Diogo Roda, que encerrou com a apresentação, a vozes, do hino criado para a Fundação João XXIII para os Grupos dos Solidários, com música de P. Teodoro Sousa: “Vem comigo, aceita esta missão…”.

O arraial esteve muito animado com as tendas das filhós, bolos, pão com chouriço, quermesse, livros, doces regionais, flores, etc…e com a musica do Grupo Tipico Caldense, enriquecido com o porco no espeto, oferecido pelos pais da batizada Raissa… Tudo isto contribuiu para uma grande tarde de festa!

O lançamento do livro “Duas Décadas” marcou, sem dúvida, a Festa deste ano como expressão duma grande atividade desta Fundação que já levou à Guiné 298 participantes em Férias Solidárias, carregando contentores com muitos bens doados que têm feito a diferença nos 10 projetos de desenvolvimento local que a Fundação João XXIII tem vindo a apoiar.

Em 1 de Setembro de 2011 foi criada, por escritura oficial, uma Delegação da Fundação XXIII/Casa do Oeste, na Guiné-Bissau, com sede em Ondame. Agora, vai ser criada a Delegação do Norte, pois este desafio foi bem acolhido e alguns dos presentes nesta Festa já se entusiasmaram e até já apontaram local para a sede, em Guimarães.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: